sexta-feira, 24 de abril de 2009

AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE

Recursos Naturais


Se pesquisarmos na Internet, existem alguns blogs que falam de uma ou outra forma dos problemas da água e os porquês da falta ou inexistência da mesma.


Vivendo numa cidade, e a qual cresceu de modo "irregular" e "ilegal", desconheço se existem casa inteligentes/amigas do ambiente dentro da cidade de Lisboa.
Sei reconhecer os meios utilizados para o aproveitamento dos recursos envolventes.
Casas com paneis solares, podem ser utilizados para o aquecimento central da casa, aquecimento das águas e para a ligação dos electrodomésticos.
A água também pode ser utilizada para o aquecimento central, reutilização das águas dos banhos para rega de pequenos jardins. Neste ponto, a casa terá de ser equipada de um depósito no qual depois é filtrada a fim de remover resíduos tóxicos (caso de dertegentes e champôs). Nas aldeias, ou em casas de férias o aproveitamento das águas de lavar a roupa (tanques) e das piscinas servem para a rega e limpeza do chão.

Pelo o que me é dado a conhecer, via média, existe algumas entidades que já utilizam energias alternativas (vento/sol/água), desconheço no entanto quais.
Desconheço ainda, se existe entidade reguladora para o fornecimento das mesmas, para os clientes particulares e empresas.
O impacto da aplicação destas energias, e os custos são a longo prazo um investimento caro e de manutenção prolongada. Bem como o valor do serviço e a competitividade entre fornecedores.
A opção da utilização destes poderá no entanto não ser a mais segura, pondo em risco a saúde de pessoas e habitações. Relembro o caso da aplicação do gás natural a que a estrutura dos edifícios nºao suporta o "peso" do mesmo, além da ausência de cheiro, podendo em caso de fuga, ser tão ou mais perigoso que uma normal botija de gás.


Explosão de uma fachada de um prédio em Setúbal, derivado a uma fuga do gás natural

Sem comentários:

Enviar um comentário